domingo, 27 de dezembro de 2009

Golden Night

Ufa e já estamos no dia 27, já passou o Natal, todos os presentes foram comprados, entregues, apreciados e arrumados, todo o esforço de semanas, gasto em quinze minutos.
Já reencontrados os amigos distantes, feitos os jantares de família, e por um pouco de tempo, ficamos com uma ligeira sensação de "tanta coisa para nada", e depois lembramo-nos que vivemos na Madeira, e que aqui a "Festa" dura um mês, e que apenas um degrau abaixo do Natal se encontra a passagem de ano...

Afinal, somos famosos pela nossa estrondosa festa de passagem de ano, que enche toda a baía da cidade de luz e brilhos... e na nossa opinião, não deve haver muitos sítios onde seja tão importante esta data, e onde se vai e com quem, como aqui...

E principalmente importante por estes lados, é o que se veste...toda a gente (por gente entenda-se, mulheres , porque os homens resignam-se à farda masculina sem graça do costume) quer o vestido mais original, mais giro, que faça virar cabeças e as faça pensar "onde é que ela encontrou aquilo?", e quer se queira ou não é impossível fugir desse jogo... a não ser que se fique em casa.
E é uma desculpa perfeita para comprar um vestido e uns sapatos fabulosos, porque ninguém gosta de ir com o vestido do ano passado...

Desde que seja com umas sabrinas dentro da mala, (graças à lei que todas as mulheres conhecem, que quanto mais giros são os sapatos, mais desconfortáveis são... )
Ficar em casa seria uma opção, e será em tempo, mas de momento, seria uma pena perder a oportunidade de ver mais uma vez a cidade em pleno da sua beleza, que parece ter sido pincelada de brilhos por todo o lado...
Apesar de não acreditarmos muito nessa coisa de "ano novo, vida nova", é sempre bom viver num lugar onde se celebra de forma tão efusiva a chegada de um novo ano, sem falsas humildades e com muita festa, esperando pelo menos afastar as coisas más com todos os brilhos e fogos...

1 comentário:

Quicas disse...

Tem desafio no meu blog, espreitem!

E quanto à noite da passagem de ano, é mesmo uma noite especial para nós, madeirenses. Adoro ver toda a gente aperaltada, de cabelos arranjados. Este ano acho que não vamos sair, com o Gu tão pequeno.
Mas é realmente uma noite memorável.

bjocas